Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

CIPEM debate atual cenário do setor madeireiro em Aripuanã e região

cipem

A equipe do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (CIPEM) cumpriu ao longo desta semana, uma série de visitas aos sindicatos associados, na região Noroeste de Mato Grosso.

Depois de passar pelos municípios de Juara e Juína, o “Cipem em Ação” esteve em Aripuanã, na noite de quinta-feira (18), quando reuniu diretores e associados do Sindicato das Indústrias de Laminados e Compensados do Estado de Mato Grosso (Sindilam) para debater sobre o atual cenário do setor madeireiro em Aripuanã e região.

Na ocasião, o presidente do CIPEM, Rafael Mason, lembrou que o compromisso da entidade na organização do segmento é imprescindível, sobretudo para esclarecer aos representados as ações em andamento, encampadas pelo CIPEM, que objetivam melhorar o ambiente de negócios para retomada do crescimento do setor de base florestal.

“Com esse problema de pandemia do coronavírus, não estamos realizando nossas reuniões em Cuiabá, por isso, viemos até aqui para trazer informações sobre leis, mudanças, e principalmente em relação aos protocolos que providenciamos e que foram executados pelos sindicatos, fazendo com que a indústria florestal continuasse aberta na região”, afirma.

cipem-1

Rafael Mason também comentou sobre a crise ocasionada pela pandemia da Covid-19, aliado ao bloqueio judicial que suspendeu temporariamente as atividades madeireiras, entre outras circunstâncias que, segundo ele, prejudicaram fortemente as negociações do mercado florestal em parte dos municípios mato-grossenses.

“Trabalhamos duramente, e graças a Deus, conseguimos reverter essa situação, demonstrando que não é o setor madeireiro que está espalhando coronavírus para outras atividades, então, mais uma vez a Justiça liberou o funcionamento da indústria. Ressaltando que esse trabalho, ocorreu em conjunto com o fórum e órgãos de governo federal”, acrescenta.

cipem-2

O presidente do Sindilam, Dorval Prates Silveira, explica que o Sindicato atua de forma legal, representando as indústrias madeireiras de Aripuanã, Conselvan e Rondolandia. Ele também destaca a importância do CIPEM, que trata das demandas em âmbito estadual e federal. “É um brilhante trabalho, que torna viável a atividade econômica, com geração de emprego e renda, contribuindo por consequência, para o fortalecimento do setor florestal na região”, conclui.

O “Cipem em Ação” apresentou diversas propostas de melhorias que vão de encontro às necessidades do setor de base florestal de Mato Grosso e que devem ser alinhadas junto aos sindicatos associados, como por exemplo, alteração da Resolução Conama n°411/2009 e alteração da Lei das Taxas Ambientais 10.242/2014 que deve trazer mais equilíbrio nas cobranças de taxas ambientais, entre outras.

Por Edson Prates, Rádio Navegantes FM/ TOPNEWS

Deixe seu comentário:

sicredi

sicredi

Publicidade

Publicidade

Curta nossa fanpage

Mural de Recados

Deixe seu recado

Para deixar seu recado preencha os campos abaixo:

Para:  
E-mail não será publicado
(mas é usado para o avatar)
Vilson ladislau
sábado, abr 4. 2020 10:31 AM
Bom dia a todos da rádio navegantes estou ouvindo a rádio aqui de três Lagoas MS manda um abraço aqui pra pra nós família ladislau

1 · 2 · 3 · 4 · 5 · »