Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Casos de malária aumentam 306% somente no início deste ano em Mato Grosso

Feeding mosquito with human blood

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), Mato Grosso já registrou, apenas no início deste ano, 717 casos de malária. No mesmo período em 2020 foram 234 casos, o que significa um crescimento de 306%. Os casos tem aumentado em Aripuanã e Pontes e Lacerda.

Sendo uma doença infecciosa febril aguda, a malária é transmitida pela picada do mosquito Anopheles e tem como sintomas calafrios, febre, sudorese, mialgia, cefaleia, náuseas e vômitos.

Uma morte ocasionada pela doença foi confirmada em Várzea Grande, porém a infecção provavelmente ocorreu em Pontes e Lacerda. Quando apresenta um quadro grave, a malária tem como sinal uma temperatura de 41 graus, convulsão, vômitos repetidos, dispneia, anemia intensa, hemorragias e alterações de consciência.

A SES-MT emitiu um alerta para que os profissionais de saúde redobrem a atenção no diagnóstico e tratamento da malária, assim pode ser evitado o óbito pela doença. Os profissionais de saúde devem dar atenção aos casos suspeitos, oriundos de áreas de garimpo e na probabilidade de coinfecção com a Covid-19.

Fonte: Juliana Alves-CircuitoMT

Deixe seu comentário:

sicredi

sicredi

grupo krupinski

grupo krupinski

Curta nossa fanpage

Mural de Recados

Deixe seu recado

Para deixar seu recado preencha os campos abaixo:

Para:  
E-mail não será publicado
(mas é usado para o avatar)
JOSE RUDY
terça-feira, abr 20. 2021 10:03 PM
abraço pra todos aripuanenses, filhos da terra

1 · 2 · 3 · 4 · 5 · »